Vivências e convivências

Vivências e convivências

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Profissional de secretariado: torne-se imprescindível


Proatividade


A

s organizações buscam por profissionais comprometidos, dinâmicos, interessados em aprender sobre as diversas áreas e processos; com perfil intraempreendedor, que se portem como agentes de mudança e proponham melhorias no seu escopo de trabalho.

O fato de estar diretamente envolvido com a execução e o gerenciamento de determinados processos e procedimentos administrativos faz com que o assessor tenha condições de visualizar e propor mecanismos para a racionalização e simplificação do fluxo de determinada atividade. Isso permite que o assessor otimize o tempo para gerenciar mais atentamente o relacionamento com clientes internos e externos.

Muitas vezes, este relacionamento é prejudicado pela ausência de racionalização de procedimentos administrativos. Muitos secretários não buscam caminhos para aperfeiçoar as ferramentas voltadas à otimização do processo decisório porque estão sobrecarregados com o excesso de tarefas operacionais, repetitivas e, até mesmo, desnecessárias.

Ajude a repensar as mudanças! Envolva-se em comissões que elaboram procedimentos administrativos! O assessor que chama para si a responsabilidade de pensar e gerenciar os processos administrativos está cumprindo seu verdadeiro papel de secretário analista simbólico, conforme definido por Robert Reich.

A função de gestor de processos e procedimentos administrativos requer:
¨       visão sistêmica sobre toda a empresa;
¨       compreensão do negócio;
¨       conhecimento das estratégias e políticas da empresa;
¨       facilidade de se relacionar e integrar com os colegas de trabalho independentemente da posição hierárquica;
¨       atitude investigativa contínua;
¨       paciência, tolerância e perseverança;
¨       compreensão ampla e percepção acurada;
¨       modéstia equilibrada, que permita “vender o peixe”.
 
Em outras palavras, quanto mais você conhecer a empresa em que trabalha, seu negócio, suas normas e procedimentos; mais dinamismo imprimirá ao seu trabalho, maior será a probabilidade de criar situações e oportunidades para argumentar, opinar, participar e sugerir mudanças.

O papel de quem assessora pode ser modificado a partir da mudança na postura profissional. Comece por ampliar sua atuação na área específica. Se você está assessorando o Diretor de Logística, aprenda tudo o que puder sobre o assunto. Se você é secretária do Diretor de Gestão de Pessoas, faça um curso de especialização em Recursos Humanos. Se você é secretária(o) em uma clínica, participe de um curso sobre administração hospitalar. E assim por diante.

Agregue valor e responsabilidades ao cargo! Pense estrategicamente! Seja inovador! Ajude a organizar comitês voltados à sustentabilidade e à responsabilidade social. Integre grupos de trabalho. Envolva-se em atividades que estão em sincronia com os objetivos corporativos. A sua proatividade corroborará para a gradativa mudança na visão ultrapassada que alguns grupos conservadores mantêm da secretária. Passe da reivindicação verbal para a ação concreta.

Agora pare e pense: com quais processos e procedimentos administrativos e secretariais você está diretamente envolvido? É possível racionalizá-los? Tenha iniciativa e discernimento para questionar! Pense em algo que você poderia mudar ou fazer melhor uma vez por semana. Está esperando o que para colocar em prática?
 
Fonte: Wamser, Eliane. A secretária que faz.... Blumenau: Nova Letra, 2010, p. 79.

 

 

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Assessor Executivo: como você está planejando sua caminhada profissional?



Tudo depende de nossas escolhas. Nossas atitudes são frutos de nossas escolhas!!

Quantas vezes já lembrei essa máxima em minhas conversas com jovens profissionais em busca de um direcionamento para sua carreira profissional. Ou melhor dizendo, e como pessoalmente prefiro, um direcionamento para sua caminhada profissional.

Lanço aqui alguns questionamentos, que se refletidos em busca da resposta mais adequada para o seu momento atual, poderão ajudá-lo(a) a caminhar  e tomar decisões racionalmente e ainda deixar sua alma satisfeita.

Como você enxerga o mundo?

Como você enxerga o trabalho que está fazendo hoje?

Quais são seus múltiplos talentos?

 Com qual estratégia você pretende implementar seu desenvolvimento profissional?

O que vai garantir sua empregabilidade?

Você se valoriza? Qual é a “marca” que você quer deixar no mundo do trabalho?

Pergunte-se: Como posso alcançar algo melhor?

Lembre-se, porém, que mudar o percurso, em muitos momentos, talvez seja necessário.
Contudo, procure sempre ter uma carreira sustentável.
 
Sucesso!!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

O profissional de secretariado diante da cultura do narcisismo


De acordo com Christopher Lasch, a cultura do narcisismo é a cultura centrada no "eu" e no "agora". Afirma que o indivíduo, suas experiências, seus sentimentos, sua "felicidade", são o centro das atenções, da verdade e dos valores.

Danah Zohar, em seu livro O ser quântico, ressalta que o narcisismo é uma doença do relacionamento, uma doença que surge da incapacidade de se formar relacionamentos significativos consigo mesmo e com os outros.

O oposto do narcisismo, no entanto, é uma atitude perante a vida que salienta a importância de compromisso, envolvimento, amor, compaixão, empatia, disposição em servir. Envolve um contexto mais amplo de vida e do relacionamento.

Qual é, em sentido geral e simplificado, o perfil do narcisista?

- Incapacidade de se sentir parte do fluxo da história.

- Incapacidade de se identificar com a posteridade.

- Perda da capacidade de se indignar.

- Desvaloriza o passado, o que acaba minando a competência cotidiana e faz o indivíduo cada vez mais dependente do Estado, da corporação, das burocracias.

- Temor da velhice e da morte.

- Fascínio pela celebridade.

- Declínio do espírito lúdico.

- Medo da competição.

- Depende dos outros para validar sua autonomia.

- Precisa de audiência para ser admirado. 


Qual é o seu grau de narcisismo em suas atitudes e relacionamentos diários?

E da pessoa que você assessora?



domingo, 8 de outubro de 2017

Pensar e repensar a atuação profissional


De tempos em tempos, torna-se necessário repensar a atuação e caminhada profissional. Indiferente do tempo de caminhada que cada um de nós efetivamente tenha. É um exercício salutar que resulta na revisão de programações anteriormente feitas. Devemos nos dar o direito de fazê-la para o bem de nosso bem estar e alegria profissional.


Os pensamentos que estão direcionando meu momento de rever minha futura caminhada profissional são esses:

“A idade credencia a gente.” (Fernanda Montenegro)

 
“Há apenas um bem, o conhecimento, e apenas um mal, a ignorância.” (Sócrates)


 
“Nossa grandeza não está em ser capaz de refazer o mundo. Mas em refazer nós mesmos.” (Gandhi)